segunda-feira, 13 de junho de 2011

Para homenagear Santo Antônio.




E não é que consegui fazer um Santo Antônio usando cabaça! O menino Jesus e os lírios foram modelados em massa biscuit.
Então, no dia de Santo Antônio vai aqui minha homenagem para este Santo tão popular. E que as moças casamenteiras tenham a sorte de arrumar bons maridos... Para completar, um pouco da história do Santo:

O santo casamenteiro:

Existem três versões:

1) Entre os Bascos, Santo Antonio é considerado o santo que faz o “matchmaker” ou seja encontra os iguais ou seja santo que casa coisas iguais ou santo “casamenteiro”.Ele seria o santo que fazia o sagrado encontro de duas pessoas ou o santo casamenteiro. De acordo com o costume relatado pelo Rev. Francis X. Weiser publicado em 1.958, as garotas bascas faziam uma peregrinação no templo de Santo Antonio em Durango, no dia de sua festa, e oravam para ele encontrar para elas, um “bom rapaz”.Vale dizer que os rapazes bascos faziam a mesma jornada e ficavam do lado de fora do templo até as moças terminarem as suas preces e aí eles as tiravam para dançar. Weiser especula tambem que esta associação entre noivado e casamento é inspirado porque temos várias imagens de Santo Antonio carregando um “bebê ” (Menino Jesus) nos braços.

2)Outra versão, muito contada pelos antigos, diz que uma jovem depois de fazer uma novena à Santo Antônio e não tendo encontrado noivo, zangada, jogou a estátua de Santo Antônio que tinha em seu oratório, pela janela e a mesma caiu na cabeça de um caixeiro-viajante que passava. Este gritou e ela foi correndo ajudá-lo e levou-o para dentro e tratou de seu ferimento. Ele se apaixonou por ela e se casaram.

3)Conta-se que uma donzela não dispunha do dote para casar-se e, confiante, recorreu a Santo Antônio. Das mãos da imagem do Santo teria caído um papel com um recado a um prestamista (pessoa que empresta dinheiro a juros) da cidade, pedindo-lhe que entregasse à moça as moedas de prata correspondentes ao peso do papel. O prestamista obedeceu e pôs o papel num dos pratos da balança, colocando no outros as moedas. Os pratos só se equilibraram quando havia moedas suficiente para pagar o dote."

Fonte: http://ofsvilaclementinosp.blogspot.com


Posted by Picasa

Um comentário:

Marcia Accioly disse...

Tive que colar o menino Jesus, pois Santo Antônio jogava ele fora rsrsrsrsrsrsrs. A nova dona trouxe-o de volta para eu dar um jeito. Colei, mas antes tive uma conversinha "pé de orelha" com o Santo rsrsrsrsrsrsrsrsrs