sexta-feira, 27 de julho de 2012

Uma bela Santinha


Trabalhos com cabaças ( porongo) sempre surpreendem! Se você considerar a forma como as adquirimos - consequência do como são armazenadas ( pelo menos nos locais em que as compro) - nunca se pode imaginar que delas sairão peças decorativas e outras ideias que a liberdade de criação oferece.
Lembrei de tudo isso ao resgatar esta peça, pois a cabaça ( porongo) que a originou era tão feiinha, manchada, mofada... e o trabalho dela decorrente "enche a vista" ( pelo menos a minha), pela singeleza que a define.
Aqui, para apreciação dos meus queridos visitantes, mais uma destas peças. Para mim são como "filhos", com luz própria e que cumprirão seu destino e função no mundo. No momento estou em processo de criação de outras peças: Santinhas, São Francisco e uma bailarina - encomendadas há um tempo, mas que só agora consegui  cabaças que chamaram minha atenção e instigaram a imaginação para novos trabalhos nessa linha. O interessante é que cada uma delas adquire personalidade própria, pois se você fizer um levantamento de tais peças aqui neste blog, nenhuma consegue ser igual a outra - a expressão e as características faciais são "pessoais e intransferíveis". Engraçado, não é mesmo?

3 comentários:

Dulcineia disse...

Olá Marcia
Ficou maravilhoso o seu trabalhinho!! os detalhes ficaram lindos e muito perfeitos!!
Parabéns por mais um belíssimo trabalho!!
Obrigada pelo seu carinho!!
Bjs e um lindo fim de semana
Dulcineia

Regi Art's disse...

Oi Márcia!!!
Vim retribuir tua visita no meu blog e tbm já estou te seguindo!!!Amei teus trabalho!!!Parabén$!!!
Bjs ♥
Regi
http://regiarts.blogspot.com.br/

Lu Saharov disse...

Boa noite, Marcia!
Estou aqui descobrindo que temos MUITO em comum! Literatura, artesanato ( tive uma escola de artesanato nos anos oitenta, em minha cidade) o estudo de religiões comparadas... e descubro que você faz arte em porongas!!!! Gosto demais desses trabalhos! Tenho muitas porongas decoradas de várias países latino americanos: Chile, Perú, Bolívia. Você deve conhecê-las, são lindas! Agora só falta eu descobrir que vc também gosta de danças circulares e de Rodas de Mulheres...Grande abraço!